A IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL E A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM

Suelayne Martins Araujo, Maria Emanuela Dutra Silva, Raquel Cavalcante Moraes, Danielle Santos Alves

Resumo


O pré-natal consiste no acompanhamento da gestante, servindo como um momento de aprendizagem para a mulher e sua família e permite, ainda, detectar anormalidades com a mãe e a criança. Nesse contexto, o enfermeiro surge como um profissional habilitado para acompanhar a gestação de baixo risco. Os objetivos deste trabalho são analisar e avaliar a importância do pré-natal, bem como a assistência de enfermagem. Para tanto, foi realizada revisão de literatura, através de livro, dados do Ministério da Saúde e artigos científicos dos últimos cinco anos, verificando-se a real importância do acompanhamento pré-natal e constatando-se que o enfermeiro tem respaldo e habilidades técnicas/científicas para realização do mesmo. Conclui-se que o pré-natal é de extrema importância
para a saúde pública, e o enfermeiro tem total capacidade de conduzir as consultas. Mas, mesmo o pré-natal sendo preconizado pelo Ministério da saúde e sendo prática dos enfermeiros nas unidades básicas de saúde, foi possível verificar que ainda existem  dificuldades para que as gestantes cheguem ao serviço de saúde, e os profissionais enfermeiros
muitas vezes não realizam a consulta de acordo com o que é estabelecido, o que pode levar a um déficit
na qualidade da consulta.

Palavras-chave: Pré-natal. Assistência de Enfermagem. Educação de Saúde.


Palavras-chave


Pré-natal; Assistência de Enfermagem; Educação de Saúde

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.