SENTIDOS SUBJETIVOS: ALGUMAS POSSIBLIDADES DE LEITURAS DA HISTÓRIA E TRAJETÓRIA DE MORADORES DE RUA

Regis Albuquerque Henrique, José Juliano Cedaro

Resumo


Este artigo tem como objetivo relatar as experiências vividas por moradores de rua a partir de um estudo foi desenvolvido com pessoas residentes em Rio Branco e Porto Velho, sendo ambas capitais de estados da região amazônica brasileira. Foram contatadas por intermédio de unidades da rede de atenção psicossocial gerenciadas pelo poder público. Pretendeu-se captar, em seus relatos, os motivos que os levaram a viver na rua e/ou permanecerem em tal situação. Foram destacadas, em suas falas, a fragilidade dos vínculos familiares e problemas de convivência comunitária, com ênfase a várias situações de violência ao longo de suas vidas. Outro ponto marcante na fala deles diz respeito ao uso precoce e problemático de álcool e outras drogas, sendo tais substâncias psicoativas o principal fator gerador para a situação que se encontram, quanto algo essencial para suportarem a condição de vulnerabilidade que vivem. Observa-se, ainda, que essas questões somadas ao desemprego e a baixa escolaridade, constituem-se fatores que reforçam a permanência deles na situação de rua.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.