CORRUPÇÃO E TRANSFERÊNCIAS GOVERNAMENTAIS EM ALAGOAS

Isabela Priscila Tiné de Lima Jesus, Laura Vasconcelos Viana, Angélica da Trindade Henrique

Resumo


 O presente estudo buscou analisar os principais aspectos teóricos da corrupção na administração do dinheiro público e as transferências da União para os municípios alagoanos. Os autores concordam sobre as graves consequências ao crescimento e desenvolvimento socioeconômico advindo das atividades ilícitas, pois o dinheiro que deveria ser empregado para melhorar o bem-estar da sociedade é desviado visando atender objetivos particulares. Este trabalho buscou fornecer uma visão geral dos achados da literatura teórica e empírica, nacional e internacional, sobre a corrupção, seus determinantes e consequências, bem como mostrar a importância das transferências federais para a redução das desigualdades. Para isso, analisou-se o perfil dos municípios alagoanos, pois os mesmos são muito dependentes das transferências e alvos constantes de atos ilícitos na administração do erário. Concluindo, a literatura aponta que a corrupção contribui para o aumento da pobreza e piora do desenvolvimento humano, pois gera ineficiência na aplicação e implementação de políticas sociais, afastando os investimentos. Apesar de ter ocorrido melhora nos indicadores socais selecionados para os municípios alagoanos, os mesmos poderiam ter sido maiores se não houvesse corrupção.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.